Tecnologia inovadora


A Ecoslops possui uma tecnologia inovadora para regenerar resíduos de petróleos em novos combustíveis e betume leve.


tech1tech2

Ecoslops é a tecnologia limpa (“Cleantech”) que traz o petróleo para a economia circular. A sua primeira unidade industrial está em operação desde Junho de 2015 no porto de Sines, em Portugal.

A tecnologia Ecoslops baseia-se em:
• controlo perfeito dos processos de recolha, tratamento e refinação de resíduos de hidrocarbonetos gerados pelo transporte marítimo;
• uma grande inovação que combina tratamento de resíduos de óleo e técnicas de refinação aplicadas aos resíduos marítimos.

Com sua abordagem integrada e inovadora, a Ecoslops oferece às infraestruturas portuária, aos colectores de resíduos marítimos e terrestres e aos armadores dos navios uma solução económica e ecológica que cumpre as regulamentações internacionais e europeias relativas à recolha e tratamento de slops. Neste enquadramento, a Ecoslops concluiu vários acordos comerciais, nomeadamente, com armadores e colectores de slops europeus.

A unidade de tratamento de resíduos de hidrocarbonetos é o coração da tecnologia Ecoslops. É uma grande inovação no sector. Graças ao seu processo de refinação, a Ecoslops transforma os resíduos em combustível perfeitamente utilizável (nafta – gasóleo - fuel). O site industrial Ecoslops em Sines é o primeiro no mundo a produzir novos combustíveis que cumprem os padrões internacionais a partir de resíduos. A tecnologia Ecoslops também está em conformidade com as normas internacionais de emissões gasosas e emissões líquidas e sólidas.
 

A tecnologia Ecoslops baseia-se em cinco etapas totalmente integradas:

schema FR distill

 


Para garantir uma destilação optimizada, os resíduos de hidrocarbonetos são aquecidos, decantados e centrifugados para separar a água, os hidrocarbonetos e os sedimentos antes da destilação.

graph2

Na Ecoslops, o tratamento da água é totalmente integrado no processo.


A água recolhidas é despoluída graças a uma instalação que utiliza as mais recentes tecnologias. De seguida, a água é devolvida ao meio natural, com uma qualidade conforme com regulamentação Europeia.

slops2
Petroleum Residue Recycling. A unidade de tratamento de resíduos de hidrocarbonetos: o coração da tecnologia Ecoslops.

Capacidade

A inovação da Ecoslops é a de ter sabido combinar e concentrar sofisticadas técnicas de refinação numa unidade de tratamento muito pequena em comparação com as unidades convencionais das refinarias de petróleo (um feito de micro-refinação). A inovação vem tanto da tecnologia desenvolvida quanto da engenharia desenvolvida especificamente para tratar os resíduos e das pessoas que a ela se dedicam.

Os resíduos de óleo, slops, uma vez removida a água e os sedimentos, são enviados para a coluna de destilação em vácuo, "P2R". São aquecidos a alta temperatura numa atmosfera em vácuo e são vaporizados. Após a destilação, são produzidos vários tipos de combustíveis reciclados.
A coluna P2R tem capacidade para tratar 100 toneladas por dia de resíduos desidratados de hidrocarbonetos.

graph3

Uma unidade contentorizada para portos de importância regional

MP2WEB

A unidade Mini-P2R oferece a possibilidade de revalorização dos resíduos de petróleo para mais de 300 portos de porte médio, incentivando o tratamento desses resíduos de forma rastreável e transparente.
Ecológico e economicamente sustentável, o Mini-P2R também é uma fonte de diversificação para os portos e cria empregos sustentáveis para a transição energética.

O Mini-P2R tem uma capacidade de tratamento de resíduos de hidrocarbonetos de 3.000 a 6.000 toneladas por ano.